segunda-feira, 12 de março de 2012

No rasto do sol



Duas luas no céu e duas canções
dois olhares que se cruzam a procurar um sol, um luar
e todos os lugares onde a luz os pode abraçar

Doze luas em ti e sete marés
sete barcos navegam a procurar um porto, uma praia
talvez no fim do mar onde alguém nos venha esperar

Vem comigo no rasto de sol, eu vou contigo
vem comigo do outro lado das muralhas eu vou contigo

duas luas no céu, na palma da mão
dois olhares que se entregam até ao fim do corpo e da alma
em todos os lugares onde o mundo me fala de ti
 
À tua volta há luz de sete luares
sete barcos navegam para encontrar um fogo, um calor
talvez no fim de tudo haja força pra recomeçar

Vem comigo, no rasto de sol eu vou contigo
vem comigo do outro lado das muralhas eu vou contigo

Duas luas no céu e duas canções
dois olhares que se cruzam a procurar um sol, um luar
e todos os lugares onde a luz os pode tocar

Vem comigo no rasto de sol eu vou contigo
vem comigo do outro lado das muralhas eu vou contigo

[Mafalda Veiga]

2 comentários:

Corina de Oliveira disse...

Gira ;)

A VIDA É UM ETERNO APRENDIZADO disse...

Olá!
É com prazer seguir seu blog e poder ler o que escreves.
Grande abraço
se cuida