quarta-feira, 14 de fevereiro de 2007


Em vez de procurares alguém a quem amar, sê alguém
que possa ser amado. Envia aquilo que desejas
receber. Sê aquilo que desejas viver. (...) Sê aquilo que
procuras, e aquilo que procuras encontrar-te-á.

NEALE DONALD WALSCH



2 comentários:

El_Felipe² disse...

As vezes isso infelizmente não chega... E faz-nos sofrer pela desilusão que apanhamos... Sera por esse sofrimento que amamos?

açoriana disse...

Às vezes não basta esperar que o amor nos toque...temos de nos deixar tocar por ele... não nos podemos fechar no nosso "eu" só porque nos desiludimos ou sofremos...

Essas desilusões e esse sofrimento ajudam-nos a (re)aprender a amarmo-nos , a deixar que nos amem e retribuir esse amor...

Assim creio...