quinta-feira, 22 de dezembro de 2011

A ilha



"... onde tudo se harmoniza para um banho de tranquilidade sem semelhante. Nem sons de espécie alguma. Só a música natural do silêncio. E o tempo intacto à nossa espera..." 

(J.J.S.S.)


2 comentários:

olinda morgado disse...

A isto eu chamo de íntima intimidade comigo e com tudo o que existe. A mais subtil experiência de total felicidade.

Desejo que vivas um brilhante Natal!

:)

açoriana disse...

E sabe bem, muito bem!

desejo-te um Natal sensacional :)